terça-feira, 8 de junho de 2010

Coringa oficialmente fora da franquia de Batman

O diretor Christopher Nolan não é do tipo que gosta de liberar qualquer informação sobre os seus filmes. Aliás, o “suspense” durante a produção de seus trabalhos é uma marca registrada de Nolan. No entanto, o diretor quebrou o “silêncio e respostas evasivas” para falar de um assunto polêmico que há dois anos vem lhe perseguindo: o destino do Coringa no próximo filme do Batman.Como a maioria da população judaica-cristã-ocidental e boa parte da oriental – deve saber, em “Batman – O Cavaleiro das Trevas” (2008), o personagem Coringa foi interpretado pelo ator Heath Ledger, morto meses antes da estréia do filme, em janeiro de 2008, após uma combinação fatal de remédios anti-depressivos. Um perda lamentável para o cinema. Desde então, fãs, cinéfilos, nerds e curiosos de plantão querem saber o que acontecerá no terceiro filme da franquia. Afinal, o Coringa vai voltar? A resposta é: NÃO!

“Obsessedwithfilm revelou um depoimento do diretor, que confessou não se sentir confortável com a idéia de trazer o personagem de volta, interpretado por outro ator. Como muitos se lembram, a morte inesperada e prematura de Heath Ledger afetou profundamente Nolan” (blog 100Grana)

As declarações de Nolan foram confirmadas pelo Obsessedwithfilm e de certa forma, esta era uma decisão esperada. Heath Ledger criou um personagem monstruosamente real, assustador e imortal. A verdadeira personificação do “caos” que uma adaptação do Batman merecia ter para mostrar ao público. Porém, depois de todo esse trabalho o ator se foi e o personagem perdeu o seu “criador”. Substituí-lo seria uma tarefa com grandes chances de fracasso, por isso, o diretor que já deixou bem claro o quanto ele pode fazer na franquia Batman, decidiu excluir o personagem para não modificar o que já foi feito.

Eu acredito que o Coringa ainda pode ser citado, neste ou em outro filme. Quem sabe, depois de alguns anos, o diretor possa pensar numa forma de resgatá-lo. Já tivemos Rha’s Al ghul e o Espantalho. Os dois administrados de maneira excelente, sendo que apenas o Espantalho fez uma ponta no segundo filme do Homem-Morcego.

Muitas pessoas comentam que Rha’s pode estar vivo, algo que eu não duvido. As possibilidades para o terceiro filme são imensas, isso é verdade, e mesmo sem o Coringa é provável que a terceira parte da saga do Cavaleiro das Trevas seja tão espetacular quanto os filmes anteriores.

E como seria o próximo filme?

Existem muitas especulações em cima dos vilões 'Charada' e 'Mulher gato'. Nada foi confirmado por Nolan. Apesar disso, eu tenho o meu palpite sobre o que acontecerá no terceiro filme.

O diretor se preocupou em criar uma trajetória para o seu Cavaleiro das Trevas que condiz muito com a jornada do herói descrita por Joseph Campbell. Some a isso algumas pitadas carregadas da tragédia grega e teremos uma visão mais clara do que foi feito até o momento.

O filme “Batman Begins” (2005) mostrou o início da jornada de Bruce Wayne até o momento em que ele se torna o “Batman”, o símbolo da justiça que os criminosos de Gotham City devem temer. A história se dedicou principalmente em mostrar como um homem poderia se tornar uma “lenda”. Desde então a imagem do Batman afetado de mamilos ficou esquecida na década de 90.

Três anos depois, o Batman retorna aos cinemas muito mais sombrio do que antes. Se no primeiro filme vimos o nascimento do herói de Gotham, em “Batman – O Cavaleiro das Trevas" (2008), assistimos a sua queda. Em “Batman – O Cavaleiro das Trevas” tudo em que o herói acreditava foi abalado e quase destruído pelo vilão conhecido como Coringa, uma força que poderia ser descrita como “inversamente proporcional” ao seu inimigo.

“Nós somos a força que ninguém pode parar contra o objeto que ninguém pode mover” a frase dita pelo Coringa define muito bem o tipo de relação destrutiva entre os dois, na qual as únicas vítimas são as pessoas envolvidas com o Homem-Morcego. Não posso considerar isso como um “spoiler”, mas o filme termina com o herói no pior estado possível, sacrificando tudo o que lhe resta em nome daquilo que acredita.

E a partir daí temos uma deixa para o terceiro filme. Seguindo a jornada mítica, descrita por Campbell e Jung, temos uma sequência lógica para cada filme: Batman Begins (nascimento), Batman Cavaleiros das Trevas (queda) e no terceiro? A ascensão.

O próximo filme seria justamente aquele em que o herói retomaria a cidade e se firmaria definitivamente com uma lenda imortal em Gotham City. Independente de qual vilão seja escolhido para a próxima história da franquia, é muito provável que este seja o tema central da trama. Algo como "O Retorno do Cavaleiro das Trevas". Um nome bem familiar.

De qualquer forma, não devemos nos preocupar com isso agora. O filme tem previsão de estreia para 20 de julho de 2012. E se não afundarmos com as catástrofes naturais e uma possível guerra nuclear (Irã? Coreia? Turquia? EUA?) teremos a oportunidade de ver mais um excelente capítulo na história do Cavaleiro das Trevas nos cinemas.

Fonte

2 comentários:

Heather Wells disse...

Me deixa muito feliz - e tranquila- que o Nolan tenha tomado essa decisão. Eu não ia suportar que substituissem o Heath, ia ser doloroso e ridiculo demais.

E, não me achem ridicula, mas eu fico muito feliz que ele ainda tenha fãs pelo brasil. Eu me sinto MUITO sozinha, além de discriminada, por ainda ser fã dele, de ter fotos dele por meu quarto e estar dedicando toda a minha adolescencia a memoria dele. Então, OBRIGADA mesmo por ainda estarem mantendo isso aqui! faz toda diferença pra um fã conhecer outros fãs!
beijos, Deus abençõe vocês sempre! bgs! Bruh

Cristal Gomes disse...

Oi Bruh! Aqui você é muito compreendida, tenho fotos do Heath em meu quarto também e já tenho 19 anos! E continue nos visitando, é muito difícil novidades sobre o Heath hoje em dia, mas sempre vou à luta e tento achar algo interessante. Obrigada pelo comentário, faz muito bem pra o meu trabalho.

Beijos